Postado por: Chloé às 22h11
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 21h56
| envie esta mensagem



***FADAS*****

A crença em fadas e outros seres mágicos tem suas raízes na noite dos tempos e a recordação desta crença persiste no mas profundo da psique humana. Em toda Europa, o povo, e em especial as comunidades rurais, conservou uma grande riqueza de tradições relativas a estes seres que adotam uma grande variedade de formas e que podem ser bons ou maus, prejudiciais ou benéficos, mas aos que em qualquer caso há que os tratar com grande prudência, pois ofendê-los pode ser muito perigoso. Para proteger-se deles ou para ganhar-se seu favor, há muitos amuletos, gestos, rituais, etc., nos que o povo confiava cegamente. E é que a relação entre fadas e humanos é muito complexa, de mútua dependência e regidas por uns parametros fora do cotidiano, já que o mundo das fadas tem suas próprias leis, muito distintas das nossas. Algumas destas crenças são tão antigas como a vida mesma: existem crônicas medievais de princípios dp seculo XII!!! 

O reino das fadas e duendes se divide em quatro grupos.

  • Espíritos da terra: Duendes, Gnomos e Trolls
  • Espíritos do água: Ninfas e Duendes do Água.
  • Espíritos do fogo: Salamandras.
  • Espíritos do ar: Sílfos.

Terra: É o mas denso de todos os elementos. Representa o inverno e a noite.

  • Duendes: Segundo a mitologia, os duendes são grandes seres mágicos. Dividiram-se em duas colônias de férias, os Ljsalfar, ou duendes de luz e Dopkalfar ou duendes da oscuridade, os quais viviam nos bosques escuros e sob as ondas do mar.
  • Gnomos: Não habitam na superfície da terra,senão no subsolo.
  • Trolls:  Temem a luz do dia.

Características dos espíritos da terra.

  • Cor: Verde
  • Energia: Receptiva.
  • Metais: Ferro.
  • Estação: Inverno
  • Direção: Norte
  • Tempo: Noite.

Água: É o elemento da cura, do psíquico e do amor. A água é amor, purifica e limpa. Representa o outono e o crepúsculo. Debaixo dos lagos e mares há imensas cidades e reinos de ninfas e duendes da água. Governada pelas Ondinas, criaturas mitológicas da água

  • Ondinas: Costumam entar nas profundidades nas quais lhes encanta estar.

Características dos espíritos do Água

  • Cor: azul.
  • Energia: Receptiva.
  • Metais: Mercurio, Prata e Cobre.
  • Estação: Outono.
  • Direção: Oeste.
  • Tempo: Crepúsculo

Ar: É o elemento da inteligência da mente. Representa a primavera e o Alvorecer. Está habitado por Sílfos ,que a vezes aparecem como borboletas.

  • Sílfos: São as que controlam os ventos. Quanto a tamanho são as mas grandes

Características dos espíritos do Ar

  • Cor: Amarelo.
  • Tipo de energia: Protetora.
  • Metais: Estanh, Cobre.
  • Estação: Primavera.
  • Direção: LEste.
  • Tempo: Alvorecer.

Fogo: É o elemento tanto da Criação como da Destruição. Bem como o fogo destrói árvores, nova vida pode crescer em seu lugar.Representa o verão e ao pleno meio dia. É o reino da Salamandra legendaria ou lagarto de fogo.A salamandra nos diz que todas as coisas são possível com um pouco de imaginação e coragem.

  • Salamandras: Controlam o fogo. Após terminar seu período terrestre,se tranforman em:
  • Farrallis: São os que trabalham como maestros.
  • Aspiretes: São os que executam.
  • Ra-Arus: É a máxima categoria. 
  • Hiarrus: elaboram os planos a executar

Características dos espíritos do Fogo

  • Cor: Vermelho.
  • Tipo de energia: Protetora.
  • Metais: Ouro
  • Estação: Verão.
  • Direção: Sul
  • Tempo: Meio dia


Postado por: Chloé às 21h56
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 21h52
| envie esta mensagem



Fada

Se você sair por aí perguntando o que as pessoas acham a respeito das Fadas
ou se elas existem mesmo, obterá as mais variadas respostas para o assunto.

Algumas pessoas lhe dirão que
elas são espíritos da natureza...

Outras acreditam que são
espíritos das trevas que habitam
nos limites das dimensões terrestres...

Há quem diga que são anjos caídos...

Por estarem associadas a mitos pagãos, os líderes religiosos da Idade Média as rotularam de
“espíritos demoníacos”, tentando desmistificá-las nos antigos ritos e crenças encontrados em toda
a Europa. Contudo, existem referências a elas por todos os cantos do globo.
No Japão,crê-se que podem ser encontradas em certos bonsais sagrados.
Na África, elas são invocadaspara obter certos favores.
Alguns estudiosos de mitologia chegaram à conclusão de que a crença na existência das fadas
decorre da adaptação ou má compreensão de mitos mais antigos.
Mas também acontece deencontrarmos certas fadas que nos levam a crer que tenham sido criadas
pela fértil imaginação humana,sempre pronta em encontrar apoio externo
para solucionar seus problemas e dificuldades.
Outras, foram criadas para explicar certos fenômenosnaturais para os quais a humanidade
ainda não tinha respostas racionais.
Mas mesmo existindo ou não , você acredita em fadas , você acha que possa existir em algúm lugar desse
mundo tão misterioso seres mágicos que fazem o bem , acreditando ou não ,isso não importa.Calma isso não
quer dizer que eu não acho que sua opinião seja importante p/ mim, pois todas as opiniões são importantes,
mas isso apenas não vem ao caso.
Sejam bem vindos ........
Isto é apenas uma matéria interessante q achei p/ colocar , não está se referindo ao tipo de religião ,
afinal quero que minhas matérias lhe sirvam apenas como produtividade p/ que vcs entendam mais oq
os seres humanos acreditam , deixe sua opinião !!
A Questão é : VC ACREDITA EM FADAS...



Postado por: Chloé às 21h44
| envie esta mensagem



Fairy Wicca ( Tradição das fadas )

Existe uma Tradição na Wicca que é especialmente dedicada a buscar a conexão com os Deuses através do Povo das Fadas:
é a Fairy Wicca, a Tradição dos Fays ou Fairies (Povo das Fadas).
  A crença nos Fays (Fadas) é um aspecto importante do folclore gaélico até hoje.
  Atualmente, há várias versões que tentam explicar sua origem: as versões cristianizadas e,
portanto, mais recentes, falam que eles são "anjos caídos", que foram negados a um lugar no céu por algum delito pouco sério,
ou os Deuses antigos, que diminuíram de estatura
como resultado da introdução do cristianismo entre seus povos.
  Muitas pessoas entendem que os Fays são uma raça não-humana que também vive nesse planeta.
  Mas a tradição mais divulgada falam que os Fays são os remanescentes dos primitivos povos britânicos,
  mais conhecidos como "Velho Povo" (Fays).
  Ao que parece, o Velho Povo habitava as Ilhas Britânicas na Idade do Bronze.
  Quando começou a invasão das suas terras, esse povo fugiu para as montanhas e colinas
(chamadas, em gaélico,
de Sidhe ou Sidh - que significa "Terras Altas") para se protegerem das guerras,
uma vez que eram povos pacíficos. Essas novas terras, ocupadas pelos Fays,
passou a ser chamada de Fairland (Terra das Fadas).
  A mitologia britânica, conserva o nome de alguns desses povos:
  Os Daione Sidhe (pronúnica: di-na chi) - fadas das montanhas/subterrâneas;
  Os Bwragedd Annwn (pronúncia: burageth anun) - fadas dos lagos;
  Os Flidais - fadas das florestas e bosques;
  Os Tylmyth Teg (pronúncia: tarluith-taig) - do país de Gales; e
  Os Unseelie - da Escócia.
  Menos conhecidos,
também falam dos "Bons Vizinhos", os Seeli e o Povo Wee.
  Nas montanhas, os Daione Sidhe construíram casas subterrâneas (chamadas "brugh"),
  cuja entrada era marcada por outeiros ou pequenos montes (chamados "knowe").
  Os Bwragedd Annwn, por sua fez, tinha a entrada de suas cidades subterrâneas no fundo de lagos, riachos e córregos.
  A atividade mais comum dos Fays é a criação de um gado malhado - chamado Gwartheg Y Llyn (pronúncia: guarr-they er thlin) -,
que pastoreiam com a ajuda de grandes cães brancos com orelhas vermelhas - os Cwn Annwn (pronúncia: kun anun)
ou "Cães dos Montes".
  A Tradição Fairy Wicca quer resgatar a religiosidade desses antigos povos britânicos,
trabalhando com energias e espíritos da natureza, de acordo com rituais muito antigos,
que dizem ser herança do próprio "Velho Povo".
  A visão de "Fadas" que os bruxos da Fairy Wicca têm, é muito diferente da que estamos acostumados.
  Não tem nada a ver com a "Sininho", do Peter Pan, ou a Fada Azul, do Pinóquio.
  Eles entendem os Fays como elementais dos quatro Elementos,
ou seja, para eles, os Silfos, as Salamandras,
os Duendes, os Gnomos, as Ondinas, as Sereias, etc., são todos membros do mesmo Velho Povo. Justificam essa visão,
lembrando que tudo que faz parte da Natureza, tem um ou mais Fays responsável. Cada folha de grama, cada pedaço de pedra,
cada árvore, cada planta, cada porção de ar ou de água tem no mínimo um Fays ali.
  Portanto, estamos cercados de fadas por onde quer que andemos: a fibra vegetal de nossas roupas,
a madeira da mesa e da cadeira, a água que bebemos e o ar que respiramos... Em cada porção da Natureza,
há um Fay responsável.



Postado por: Chloé às 21h38
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 21h29
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 21h23
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 21h18
| envie esta mensagem



Sobre as Fadas

O nome em inglês das fadas "faeries" ou "fairyes", provavelmente é uma combinação de "fae", vinda da palavra "friend" (amigo, em inglês) e "eire", vinda de "green" (verde) significando, "Amigo Verde (Green Friend). As primeiras histórias de fadas mostram que elas eram, de início, as personagens que levavam presentes aos recém-nascidos.

             Fadas podem ser vistas claramente apenas por animais e raramente por humanos, e se alguém tiver essa sorte, poderá, ao menos, ter visto rapidamente uma fada. Mas há algumas poucas exceções, entretanto. A primeira delas é quando a fada usa uma técnica mágica, o glamour, para mudar a sua aparência física e assim, poder se mostrar aos humanos. A segunda chance é de vê-las dançando e cantando num ritual que acontece no Verão, no dia em que o Sol está no ponto mais alto do céu. A terceira chance de se ver uma fada através de uma pedra que tenha sido furada ao meio pela força da água. 

            O reino das fadas é comandado pela Rainha Titania e seu consorte Príncipe Oberon.

             O Folclore gaélico dá muita importância às fadas, tanto nas lendas, como nas músicas. A crença nas fadas invadiu também as lendas celtas. Na Escócia,

houve um famoso incidente, em que três mortais, Thomas the Rymer, Tam Lim e o padre Robert Kirk, autor do livro O segredo do povo dos Elfos, Faunos e Fadas, foram levados à Terra das Fadas. Existem algumas hipóteses sobre a origem das fadas:

 

             Que elas tenham sido formadoras de uma raça, de estatura menor que a dos humanos e que moravam abaixo da superfície;

             Alguns dizem que elas são Anjos Caídos, que foram expulsas do céu, após se negarem a cumprir uma ordem;

             As fadas também são vistas como espíritos dos ancestrais;

             São consideradas também Deuses Antigos, que diminuíram em estatura por não aceitarem a Igreja Católica.

             Mas as fadas fazem parte do imaginário popular graças aos contos e histórias de autores como os irmãos Grimm. Nestas histórias, elas têm papel decisivo, muitas vezes auxiliando o protagonista ou lhe concedendo uma graça que ele jamais poderia alcançar por si.



Postado por: Chloé às 21h13
| envie esta mensagem



ORAÇÃO À RAINHA DAS FADAS

Ave, Rainha das Fadas! Tu que colocas mais frescor nas manhãs, sedução nas
tardes, mistérios nas noites e doçura nas madrugadas, derrama um pouco de
tudo isso sobre mim para que eu possa encantar, seduzir, alegrar, apaixonar,
ser e fazer feliz.
Ó, Fada Rainha! Ouve a prece minha.
Rainha da Alvorada, Musa dos Namorados, dos Poetas, dos Magos, dos Cantores,
dos Escritores, enche minha alma de sonhos, de música, de poesia e cobre meu
corpo de encantos, de carícias e de flores, porque assim poderei dar todas
as delícias e receber todos os amores!
Senhora de todas as Primaveras, das mais lindas quimeras, de todas as Eras!
Dá-me todos os alimentos e todos os encantamentos de Afrodite, seus licores,
seus perfumes, seus sabores, para que eu seja cada vez mais suave, mais
ardente, mágica, atraente... uma Lua Ensolarada, Enluarada, uma Deusa
Concreta, Completa! Para que eu seja uma... uma... uma Perfeita Fada e ame
sempre e sempre seja amada.
Ave! Ave! Ave Rainha das Flores, dos Amores, das Alvoradas... ave, Rainha
das Fadas! "Todos os sons, todas as luzes, todos os Dons para mim".
Obrigada. Ave, Rainha das Fadas!

As Fadas gostam de frutas, de flores, de água fresca e de muitas coisas mais
Há rituais específicos para três, sete e treze Fadas e um ritual para todas
as Fadas. Os banhos das Fadas são feitos com flores e sucos de frutas.
Gostam de dar e de receber presentes.



Postado por: Chloé às 21h08
| envie esta mensagem



Fadas

Fadas são seres miticos do folclore e romances. São muitas vezes apresentadas como pequenos humanos alados com poderes mágicos. As fadas madrinhas são seres protectores, como os anjos da guarda.

As fadas não se devem confundir com gnomos, que são tambem seres humanos minusculos miticos mas deformados e que vivem debaixo da terra. Os elfos são representados como anões, tal como os irlandeses, conhecidos pelas suas partidas mas tambem por conhecerem tesouros enterrados.



Postado por: Chloé às 20h53
| envie esta mensagem



CONTO DE FADAS PARA AS MULHERES DO SÉCULO XXI

Era uma vez.... numa terra muito distante... uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima que se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas.
Então a rã pulou para o seu colo e disse:
- Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e seríamos felizes para sempre...
Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava...
Nem morta!

Luis Fernando Verissimo


Postado por: Chloé às 20h48
| envie esta mensagem



Princesa Alada


No meio da tarde
De uma floresta encantada
Entre margaridas singelas
E fadas rosadas
Se encontra uma pequena
Princesa alada.

Ela é tão pequena que toma chá na ponta do pé
A mesinha do bule um cogumelo é.
Suas flores, suas amigas
No seu coração um amor de doer...
Cansada de partidas
Bebe o chá para esquecer.

Leve e delicada...
Uma fada apaixonada.
Rega as flores todo dia
Para afastar a melancolia...
Espera um amor de verdade
Que voe com ela
E mate a saudade.

E numa tarde ensolarada
Do meio do nada
Surge um moreno de barba cerrada.
Lhe fita nos olhos
Lhe rouba um beijo
E não diz mais nada.

Assim no crepúsculo do fim dessa tarde
De mãos dadas pelo ar
Eles somem nas nuvens
E se se deixam amar.
 
(Carolina Salcides)


Postado por: Chloé às 17h39
| envie esta mensagem





Postado por: Chloé às 17h37
| envie esta mensagem



.:: Humor ::.


.:: Outros ::.


.:: Histórico ::.

03/06/2007 a 09/06/2007
11/12/2005 a 17/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005

.:: Links ::.

UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis

.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog

.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar

.:: Contador ::.


.:: Créditos ::.

.:: Layout: Thomoeda ::.



Todos os direitos
reservados ©
___________